Regras Lunares para Exercícios e Ritos

Praticar exercícios espirituais sem levar em consideração as leis de fluxo e refluxo das energias siderais é o mesmo que um cego numa galeria de arte.

Existe uma prática inteligente entre os banhistas no mar chamada de “pegar jacaré“. O banhista nada no ponto onde a onda nasce, quando a onda inicia ele nada muito rápido acompanhando a formação da onda, então quando a onda se forma e não nada mais e deixa a onda levar até a praia.

Da mesma forma, quando você for iniciar a prática de seus exercícios espirituais, você deve se comportar como o banhista “pegando jacaré no mar“. Você deve iniciar seu exercício quando a energia proprícia aos seus objetivos esta no ponto nulo, segundos antes de iniciar seu movimento de fluxo ou refluxo.

Ante o que foi escrito anteriormente, você precisa considerar os seguintes:

1. A Luminosidade da Lua
2. A qualidade/força da Lua
3. O elemento da Lua
4. Qual relação da LUNAÇÃO ou PLENILÚNIO na data da prática com o Ascendente/Descendente do seu horóscopo.
5. Os Tattwas
6. O Elohin que manifesta na hora, dia e mês em questão, bem como a HORA DE SEU NASCIMENTO. (Elohin são Devas chefes dos elementares e seus reinos fogo, ar, água, terra e éter)
7. A condição de sua saúde física e mental.

 

Regra aurea para iniciar qualquer atividade espiritual

Qualquer atividade espiritual ganha mais força e tende a concretizar com sucesso quando preparada ou iniciada 12 horas antes de acontecer a Lunação ou Plenilúnio.